Voltem sempre!

Como foi a passagem do Blanc7 pelo Brasil

Algumas fãs contaram suas experiências.

(atualizado em )
Por , em Principal. Link permanente:
Tags: · · · ·

A paixão pela Coreia do Sul e principalmente pelo k-pop vem desde pequena, não só pelo k-pop, mas Japão, China, a Ásia no geral sempre me encantou. E eu conheci muita gente incrivel por conta disso.

Pois bem, em dezembro do ano passado, quando a empresa Jackpot Entertainment anunciou a data em que o grupo Blanc7 iria debutar, eu já fiquei naquela ansiedade de saber quais seriam os integrantes, como seriam as músicas… Creio que todo k-popper já passou por isso (risos).

O Blanc7 debutou em 3 de março deste ano, e devido a muitas mensagens, principalmente brasileiras, caíram em território nacional. O primeiro dia em que vi os meninos, no dia 8 de julho no Anime Friends (SP), eu não sabia se ria, se chorava, ou se fazia os dois. O grupo é super querido, super fofo e atencioso, e, claro, ser notada pelos oppas é a coisa mais emocionante, marcante e maravilhosa que uma fã pode receber na vida. Eu acho que nunca chorei tanto!

MEET & GREET - Anime Friends

Depoimentos de fãs Link

“Primeira apresentação do Blanc7 na tour americana e eles conseguiram alcançar nossos corações com a energia de ”“Hello”“:musica: e a declaração de amor as fãs em ”“Prism Love”“:musica: ‘Eu quero que voce não esqueça esse momento caloroso. Obrigado por me receber com um sorriso no rosto’ (trecho da música)”, contou Heloísa Marianno, que foi de RJ a SP para ver os meninos de perto.

Fã conta como foi ser notada pelo bias

“Não tenho palavras para descrever o que passei com os meninos no AF! Eles são totalmente uns amores, eles deram atenção a cada fã… Infelizmente não consegui falar com eles cara a cara, mas vi que eles amam todos os fãs igualmente (fiquei até sem voz, e eles me notaram❤️), cada um tem a sua personalidade bem marcante. Amo todos, no show as novas músicas acabaram comigo literamente, ficou claro o amor deles pelos(as) brasileiros(as). Já que eles gostaram muito do Brasil, podiam morar aqui pra sempre”, contou a jovem Janaina Fernanda.

“Parada ali (no meet & greet), entre meus dois preferidos, passei o olhar sobre todos, um por um, pra guardar muito bem na memória. Quando coloquei os olhos no DL, ele apontou pra minha tiara de raposa rosa, eu fiz orelhinhas por cima delas com as mãos e sorri muito na direção dele, então ele colocou as maos sobre o rosto e disse baixinho em coreano ”que fofo“, sorrindo aberto. Foi o momento mais memorável. Eu surtei um pouquinho, o que fez ele rir um pouco.” Joyce Nobrega

“O show foi incrível, eles são super energéticos e interativos, sem contar que eles estavam felizes por estar aqui, não pareciam querer estar em nenhum outro lugar. Eu achei que os meninos seriam fechados e foi totalmente o contrário, já quero eles de novo aqui no Brasil.” Beatriz Gallego Costa

Fansign em Curitiba Link

Após o Anime Friends, fiquei com aquele gostinho de “quero mais”, sabe?, e eu sabia que teria um fansign cinco dias depois (13/07) em Curitiba, ou seja, mais perto ainda da minha cidade (Floripa, SC). Então, se eu podia ir pra SP, podia ir pra Curitiba também! E fui!

Conheci uma menina daqui que também ia e peguei carona com ela até o local do evento. Uma das partes mais emocionantes de todas foi quando eu estava na fila para o fansign e tinha uma frecha de cortina aberta: foi quando passou o Taichi (meu ultimate — preferido dentre todos — supremo) e ele deu tchauzinho. Claro que faleci naquela hora e comecei a chorar muito, mas muito mesmo, fui consolada pelas prismigas hahahaha

Já no fansign, foi tudo bem organizado: todos os Prisms sentados, e o Blanc7 entrou na sala. Começamos a fazer o fanchant enquanto eles se divertiam e acenavam pra gente. Quando começaram com a sessão de fotos/autógrafos, os organizadores do evento foram chamando fila por fila, eram dez pessoas por vez. Eu estava na segunda fila já com o coração na mão, então fiz o hi5 com cada um deles, enquanto ia pegando os autógrafos e cumprimentando cada um. Eles são maravilhosos como artistas e como pessoas, foi a minha primeira vez vendo um grupo de k-pop que eu amo muito pessoalmente, então o Blanc7 é meu xodó e eu tenho certeza que eles vão ganhar o mundo! Ao final do evento, eles colocaram Prism Love para tocar, porém, quando começaram a cantar ao vivo, faleci pela segunda vez! Foi lindo!

Fansign em Curitiba

Ao sair de Curitiba, eu estava programada para ir novamente a SP, pois teria mais um show do Blanc7, no evento K-Experience, dia 15 de julho. Nesse evento, não teve sessão de fotos com o grupo, mas o show foi lindo demais, eles interagiram muito com os fãs, e deu uma saudade imensa, pois sabíamos que eles iriam embora…

O grupo também esteve no Acre, mas nesse eu não fui, infelizmente. Se você é Prism do Acre, conta pra gente como foi o show nos comentários!

Eu com os integrantes Teno, Taichi e Shinwoo

Abaixo, algumas fotos dos autógrafos, e de alguns produtos oficiais dos meninos que estavam à venda em todos os eventos e que eu comprei tudo HAHAHA😛

Galeria de imagens Link